Espiritualidade não é religião

Espiritualidade não é religião

Espiritualidade é um dos fatores no cálculo da qualidade de vida, conceito que começou a ser usado muito recentemente e extrapola a ideia de saúde considerando vários fatores como saúde física, psicológica, ambiental, social, espiritual, entre outras.

Falando em espiritualidade começam a ser publicados em todo o mundo estudos acadêmicos da relação entre espiritualidade e qualidade de vida.

Em comum os estudos identificam uma melhora na qualidade de vida dos indivíduos espiritualizados, independentemente de religião.

Outro ponto em comum nos estudos está a confusão nos limites entre espiritualidade e religião. A espiritualidade é o contato com uma força maior que podemos chamar de fé, e a religião é um conjunto de regras ou doutrinas organizadas por um ser humano.

As pessoas não querem ter o trabalho de questionar ou pensar e optam por escolher uma religião onde alguém vai dizer o que é certo ou errado.

O ser humano é sociável e precisa se sentir inserido em grupos para se sentir seguro, a ideia de questionar ou pensar a espiritualidade destrói o conforto gerado pela religião.

Como conclusão dos artigos publicados no mundo, é importante dizer que não importa a como você se liga ao plano espiritual, o importante no que toca a qualidade de vida é ter presente a espiritualidade ou fé em sua vida.