Frases de ano novo, síndrome de ano novo

Frases de ano novo, síndrome de ano novo

Existem alguns sentimentos com relação ao final do ano que muitas pessoas não falam apesar de sentir.

Frases de ano novo

Aspas
Odeio o final de ano
Odeio festas
O fim de ano pra mim é uma obrigação familiar
Odeio esse consumismo
Me sinto só neste emaranhado de gente comprando

Se conhece alguém assim ou se você mesmo se identificou com as frases de ano novo acima, saiba que existem algumas explicações para esses sentimentos que parecem contrários ao clima festivo do final do ano.

A boa notícia é que esses sentimentos são perfeitamente normais e esperado em determinadas fases da vida e são amplamente estudados pela ciência. Vou abordar dois temas aqui:

  • Expectativa X Infelicidade de ano novo
  • Medo de mudança (ano novo)

 

AspasO tamanho da infelicidade é diretamente proporcional ao equivoco nas suas expectativas.
Leandro M. Bertacini

 

Expectativa X Infelicidade de ano novo

Seja lá qual for a sua infelicidade ela está intimamente ligada a algo que você desejou ou projetou e não tem.

As pessoas felizes são as pessoas que valorizam suas conquistas, isso não quer dizer que esses indivíduos não tenham sonhos e fantasias ou frustrações, eles simplesmente sabem reconhecer e valorizar o que eles têm agora; e comemoram em honra a tudo que viveram até aquele momento.

Outra característica importante das pessoas felizes é saber que tudo que são ou tem  é resultado de suas próprias ações valorizando o aprendizado mesmo que o resultado não tenha sido alcançado em sua totalidade. É o que chamamos resiliência.

Resiliência no dicionário

substantivo feminino
1.fís propriedade que alguns corpos apresentam de retornar à forma original após terem sido submetidos a uma deformação elástica.
2.fig. capacidade de se recobrar facilmente ou se adaptar à má sorte ou às mudanças.

A resiliência não é aceitar o fracasso, muito pelo contrário, é aceitar o resultado com consciência do aprendizado e ter a capacidade de recomeçar quantas vezes forem necessárias para atingir um objetivo.

 

Mudança de padrão mental de ano novo

Porque pensar no que ficou por fazer? Nas coisas que ficaram incompletas ou fracassaram, se podemos pensar em tudo que aprendemos e nos novos aprendizados que temos agora para começar um novo projeto ou recomeçar, ajustando expectativas e traçando um novo plano.

Achei interessante o vídeo abaixo, de um estudioso da mente humana e que desenvolveu um método de reprogramar o cérebro e fala um pouco dessa síndrome do ano novo.

Frases de ano novo, síndrome de ano novo

Eu quero citar o exemplo de sucesso, Thomas Edson e lembrar alguns de seus pensamentos eternizados em frases que deixa clara a maneira de pensar de um vencedor:

 

AspasMostra-me um homem cem por cento satisfeito e eu mostrar-te-ei um fracassado.

Eu não falhei, encontrei 10 mil soluções que não davam certo.

veja mais: http://pensador.uol.com.br/autor/thomas_edison/

 

O ano novo é o momento de balanço, onde pode-se fazer uma reflexão das conquistas e somente das conquistas.

Mude seu padrão mental, o que você chama de fracasso, uma mente vencedora chama de aprendizado.

 

Medo de mudança (ano novo)

O ser humano é mesmo um ser contraditório na sua essência, ainda bem que existem entre eles alguns que se propõe a estudar essas características.

Existe em todos um medo natural da mudança. Por incrível que pareça, as promessas de ano novo não se realizam pelo próprio medo de mudança dentro da pessoa. Parece contraditório mas vou explicar isso detalhadamente.

De maneira geral todos acreditam que a felicidade é uma zona de conforto eterno, o paraíso prometido por todas as religiões mundo a fora. Isso está gravado em nosso subconsciente como uma tatuagem e reforçado geração após geração de maneira inconsciente.

Pense qual é o sonho da maioria da população mundial?
Trabalhar uma vida inteira para ter um pouco de tranquilidade depois de aposentar.

O problema não está no mundo, o problema são os pensamentos e desejos que criamos. Se pensássemos que estamos nesse mundo para resolver problemas e enfrentar desafios, nunca existiria a depressão.

Pense bem: o que estamos buscando com esse tipo de pensamento? Naturalmente nosso subconsciente busca zonas de conforto, onde está o sucesso idealizado do homem tranquilo sem preocupações.

Essa busca da zona de conforto constante gera falsas impressões, criadas para satisfazer essa necessidade de conforto dando a impressão de que tudo que vivemos está correto e assim, temos uma resistência a mudança. Essa resistência é diretamente proporcional a intensidade da certeza de que estamos corretos.

Quanto mais certeza temos de algo, menor a probabilidade de encontrar soluções diferentes.

Exemplo: na antiguidade achava-se que o mundo era plano, isso dava a todos uma certa segurança, mas somente quando essa certeza ou paradigma caiu, foi possível descobrir o mundo e o universo como conhecemos hoje.

Analisando assim parece loucura, mas não pode ser considerado loucura, quando a maioria pensa da mesma maneira. Prefiro dizer que esse padrão é como uma programação implantada na humanidade, em algum momento da história, para sobreviver a uma certa realidade e que essa programação nunca mais foi repensada.

Esteja aberto a mudanças, abra sua mente e escute outras experiências, tente entender o ponto de vista de outras pessoas, tenha consciência de que sempre existirá diversas maneiras de fazer as coisas e que o certo ou errado está somente na sua cabeça. Tudo é aprendizado, o fracasso ou sucesso é uma invenção, só existe o aprendizado e a necessidade de evoluir.

 

AspasO que o homem comum chama de preocupação, o vencedor chama de desafio.
Leandro M. Bertacini

 

Quem não tem desafios, (projetos e propósito de vida) não vive neste planeta. Estão só esperando um recomeço ou morte.
As pessoas mais vivas e felizes que conheço são motivadas por desafios, fortalecidas pelas dificuldades e abertas a reconhecer que todo resultado é consequência de suas próprias ações e assume com tranquilidade quando algo sai diferente do planejado e reconhece seu sucesso no aprendizado assim como nas realizações.

 

Pense!!!!

O que você conhece na natureza que nunca muda? A natureza está em constante mudança, porque o ser humano seria diferente?

 

Que tal um final de ano sem tantas cobranças? Os planos mais importantes dizem respeito a nós mesmos: nossa forma de nos cuidarmos e respeitarmos.

As festas de fim de ano podem ser vistas como momentos de reflexão, um ponto para refazer os planos, ajustar a direção e encontrar novos desafios.

Se pensarmos que o próximo período (o ano novo) será cheio de situações aguardando novas soluções e que novos desafios aparecerão para que no próximo ano novo eu possa ter muito mais desafios para aprender e que provavelmente terei aprendido mais algumas maneiras de não fazer algo.

Talvez pensando assim, no próximo ano novo você reconheça muitos motivos para comemorar, celebrar e compartilhar seu aprendizado.

Pense nisso: Não existe mudança de resultados, sem mudar as atitudes. Mesma atitude = mesmo resultado.

Aviso: Talvez seus amigos mudem, talvez suas prioridades mudem. Não se preocupe com os resultados, procure resolver os desafios, a felicidade está em curtir o processo ou o caminho de aprendizado.

Mude a programação de felicidade do homem tranquilo sem preocupações, para o humano que é feliz por estar aprendendo, encontrando novas soluções e mudando o mundo para melhor.

Talvez você descubra que é feliz e não sabia.

Boas festas!

Se gostou, compartilhe, Gratidão!